Ecommerce & Marketplaces Newsletter – 31 de Dezembro de 2021

Esta semana, nossas duas notícias de destaque analisam o que os clientes comprarão em 2022 e como as compras poderão evoluir após a pandemia. No artigo da Forbes, os especialistas em eCommerce preveem algumas tendências de produtos que dominarão 2022. Adweek nos fala sobre as oito maneiras pelas quais as compras provavelmente evoluirão em 2022. Livestream foi uma das maiores tendências para 2021 e segue para o próximo ano com o mesmo entusiasmo. Os influenciadores de stream continuarão a crescer tanto nos Estados Unidos quanto na China. O Gartner prevê que até 2026, mais de 60% da geração Y e a Geração Z preferirão transações de eCommerce em plataformas sociais. O Digital Commerce 360 ​​possui uma seleção das melhores histórias de varejo on-line de 2021. As categorias principais incluem análise do setor, impacto do COVID-19, experiência do cliente e destaque do varejista. Os varejistas devem manter os negócios de suas lojas separados do eCommerce? Essa é uma estratégia que alguns investidores estão defendendo; A história do Wall Street Journal traz alguns insights. Houve um grande aumento no eCommerce nos últimos dois anos e a construção de uma estratégia direta ao consumidor tornou-se uma capacidade crítica para muitas empresas. Mas como exatamente escalamos D2C? A McKinsey fornece algumas dicas excelentes. D2C oferece a oportunidade para as empresas olharem para o e-commerce de uma nova maneira para maximizar seus benefícios e se manterem competitivas em um mundo cada vez mais conectado. O panorama do mercado alimentício digital está mudando rapidamente e mais pessoas do que nunca estão comprando online. A conveniência e a confiabilidade são fatores mais importantes para a satisfação do cliente do que apenas a velocidade de entrega. A história do Retail Touchpoint tem mais detalhes. Leia isso e muito mais na edição desta semana.

Notícias notáveis da última semana

O que os clientes vão comprar em 2022? Especialistas em eCommerce revelam tendências de produtos

Após outro ano tumultuado no setor de varejo, e com custos crescentes e orçamentos apertados levando os consumidores a comprar mais intencionalmente do que nunca, a chave para os varejistas será aprimorar os produtos mais procurados em 2022. Veja o que os líderes de eCommerce da Etsy, Pinterest e Shopify estão prevendo para ser best-sellers no próximo ano.

8 maneiras de como as compras vão evoluir em 2022

À medida que 2021 chega ao fim, é hora de olhar mais uma vez para nossos guias – que é, na verdade, uma mistura de especialistas em varejo e eCommerce – e perguntar o que está por vir em 2022. Muito do que está reservado será familiar, mas há pelo menos um novo participante na lista. Voltaremos em dezembro de 2022 para ver como eles se saíram. Por enquanto, aqui estão oito previsões sobre o futuro das compras.

Escolhas dos editores: as melhores histórias de varejo online de 2021?

Embora 2021 não tenha trazido tantas surpresas quanto 2020, certamente ainda foi um ano de disrupção para o setor de varejo. Com verificações contínuas de estímulo e vacinas sendo amplamente divulgadas nos EUA, os níveis de gastos do consumidor, tanto on-line quanto nas lojas, permaneceram elevados. Os consumidores continuaram comprando on-line em categorias “quentes” na pandemia, como alimentos e móveis, ao mesmo tempo em que retomaram os gastos em outras categorias, como vestuário e produtos relacionados a viagens. Com os gastos contínuos do consumidor, as cadeias de suprimentos ficaram ainda mais requisitadas, causando atrasos e problemas frequentes de falta de estoque.

Os varejistas devem separar o eCommerce das lojas? Um debate de alto nível

A Macy’s Inc. e a Kohl’s Corp. KSS foram recentemente pressionadas por diferentes investidores para separar seus negócios de eCommerce. O impulso ativista segue uma decisão do proprietário da Saks Fifth Avenue no início de 2021 de fazer exatamente isso. A separação permitiu à Saks arrecadar dinheiro para alimentar seu crescimento, já que o eCommerce aumentou durante a pandemia de Covid-19. As avaliações de outros varejistas on-line, como Farfetch Ltd., excederam as de redes mais tradicionais.

Os seis itens essenciais para alcançar um crescimento revolucionário no eCommerce D2C

O crescimento explosivo do eCommerce nos últimos cinco a dez anos confirmou seu papel como um ativo crítico para as empresas à medida que se adaptam a um mundo cada vez mais online. O COVID-19 amplificou isso: o eCommerce foi fundamental para sobreviver aos desafios da pandemia e continuará sendo fundamental no “novo normal”. Dadas as limitações das compras na loja, muitos segmentos de consumidores que hesitavam em comprar online foram forçados a experimentá-lo em 2020 e não olharam para trás. Com o aumento do eCommerce, a criação de recursos diretos ao consumidor é mais importante do que nunca, mas como as empresas realmente dimensionam seus negócios de D2C?

Os Marketpalces de moda que venceram o jogo de eCommerce

Os marketplaces online, caracterizados por vários vendedores terceirizados vendendo em um único ponto de contato e cuidando do atendimento dos pedidos, experimentaram um enorme crescimento nos últimos anos. Em 2020, impulsionado pela pandemia. Por que tanto crescimento? Porque os marketplaces incorporam uma maneira mais conveniente de fazer compras, pois os clientes podem descobrir, comparar e comprar itens de diversas marcas de uma só vez. Reconhecendo essa proposta de valor, os marketplaces começaram a se multiplicar de forma extraordinária.

Os fatores de conveniência e confiabilidade superam a velocidade em mercado de alimentos online, e aqui está como aplicá-los.

A confiabilidade é um aspecto importante de qualquer transação de eCommerce – ninguém gosta de atrasos no envio ou mensagens de falta de estoque – mas a compra de alimentos online é o ambiente no qual essa consideração se torna verdadeiramente primordial. Os alimentos geralmente são sensíveis ao tempo e à temperatura, e os varejistas que desejam acertar seus programas de compras on-line precisam oferecer conveniência acima e além do que é esperado no restante do setor de varejo.

Para assinar a nossa newsletter sobre Ecommerce e Marketplaces, preencha o formulário de assinatura na nossa página oficial . Caso você tenha algum conteúdo sugerido para esta newsletter ou gostaria de discutir a transformação digital de sua organização, contate-nos no endereço info@mcfadyen.com.